segunda-feira, 7 de junho de 2010

Ainda temos uma missão

Empolgados com a proximidade da estreia do Flamengo na Série A2 do Paulistão e com o tempo livre das férias de alguns de nós, no dia 12 de janeiro de 2010 inauguramos neste espaço a cobertura jornalística do blog Futebol Guarulhos. Além do Flamengo – que na ocasião nutria nos guarulhenses a esperança de disputar a elite do futebol paulista em 2011 – tínhamos várias possibilidades no horizonte: AD Guarulhos rumo à Terceira Divisão, Wimpro e AD ASA no futsal, e o fascinante e pouco explorado futebol de várzea da segunda maior cidade do Estado.

O primeiro post do blog (que tinha e ainda tem intenção de se tornar um site) trazia o título “Temos uma missão”. Apresentamos-nos e dissemos sobre o que pretendíamos fazer com esse importante espaço. Inaugurado o blog, vários comentários de internautas ávidos por uma cobertura esportiva de seus campeonatos amadores ou dos times profissionais da cidade.

Logo de cara, trouxemos uma novidade: a cobertura em tempo real no blog. O famoso “lance a lance”. Para os flamenguistas que não podiam ir ao Ninho do Corvo, a ferramenta era uma saída para a cidade que não possui cobertura ao vivo de rádio ou TV. E com uma diferença fundamental sobre os grandes sites esportivos: a participação dos internautas foi possível durante o jogo, em tempo real mesmo.

Com o passar das rodadas, não foram poucos os furos de reportagem, os vídeos com melhores momentos e flagras (como o xingamento do então técnico à torcida), áudios com entrevistas após os jogos, e as matérias com conteúdo suficiente para angariar mais e mais seguidores no blog. Confira alguns exemplos:

Não temos dúvida de que fizemos um bom trabalho. Mas também temos certeza de que muito ficou por ser feito. A resposta positiva que tivemos dos internautas – seja por e-mail, recados em murais de redes sociais, comentários no blog, participação durante os “lance a lance” e nas enquetes promovidas – mostrou que estávamos certos em apostar na cobertura do futebol local.

No entanto, esbarramos em uma questão fundamental para o sucesso de qualquer empreitada: a financeira. Buscamos incansavelmente patrocinadores para a continuidade do projeto. Não conseguimos, no entanto, nem ao menos anúncios publicitários para bancar os custos. Tudo o que fizemos desde janeiro foi custeado com recursos próprios dos quatro integrantes da equipe Futebol Guarulhos.

Justamente por não obter sucesso no departamento comercial, os integrantes do FG foram obrigados a não manter a cobertura do blog no mesmo ritmo de antes, por questões profissionais. Todos voltaram a se dedicar aos seus empregos fixos, que lhe garantem o sustento.

E é com aperto no peito que mantemos o blog sem a mesma freqüência de posts do início do ano. E é por respeito a você, leitor, que colocamos, agora, esta explicação. Graças a vocês nós pudemos sentir de perto o quanto Guarulhos é carente de uma cobertura jornalística esportiva de qualidade e estruturada.

No entanto, e infelizmente, somos obrigados a nos render à falta de apoio dos empresários locais. Mas deixamos claro que AINDA TEMOS A MISSÃO de levar a vocês um jornalismo esportivo de qualidade. Só não podemos, ainda, dizer quando isso vai acontecer. Tenham certeza de que vocês merecem muito mais do que estamos oferecendo atualmente.

Grande abraço e até breve!


Equipe Futebol Guarulhos
Cacá Gouveia
Paulo Manso
Ricardo Coelho
Ronaldo Paschoalino

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Guarulhos tenta sair da lanterna

Texto e foto: Cacá Gouveia

Índio enfrenta o Palestra de São Bernardo amanhã, 22, no Antônio Soares de Oliveira

Somando apenas um ponto em três partidas na B1 do Paulistão, o Guarulhos tenta a recuperação amanhã, 22, às 15 horas diante do Palestra de São Bernardo.

Jogando em casa - a partida será no Antônio Soares de Oliveira - o tricolor guarulhense tentará somar seus primeiros três pontos na competição. Atualmente o time treinado pelo interino Marcel Agea está lanterna do grupo 6 ao lado do Mauaense, mas o clube da região do ABC tem saldo de gols melhor que o Índio.

Uma vitória sobre o Palestra pode começar a embolar o grupo 6 e alavancar o Guarulhos à briga para a classificação rumo a próxima etapa, para a qual avançam quatro equipes - o grupo tem 8 times.

A primeira fase da competição, classificatória, é dividida em 14 partidas e amanhã, 22 começa a quarta rodada. A classificação do grupo 6 está da seguinte forma: São Vicente lidera com 6 pontos, Nacional, Jabaquara e Palestra estão em 2º, 3º e 4º, respectivamente, com 5 pontos cada. Na 5ª posição está o São Bernardo e em 6º lugar se encontra o Taboão da Serra, ambos com 4 pontos e dividindo a lanterna, Mauaense em 7º e Guarulhos em 8º, cada um com 1 ponto cada.

O Estádio Antônio Soares de Oliveira fica na Rua Bezerra de Menezes, 250, Jardim Tranquilidade, próximo ao Hospital Padre Bento.

Classificado, Wimpro quer terminar fase em 1º

Texto e foto: Cacá Gouveia

Equipe pega Pinda esta noite na quadra da Federação e tenta segurar a liderança


A equipe da Wimpro já está classificada para a semi-final do Campeonato Metropolitano de Futsal, mas defende na noite de hoje, 21, às 20 horas a liderança da chave B contra o time de Pinda, no ginásio Presidente Ciro II, a quadra da Federação.

Hoje a Wimpro está com 13 pontos, um a mais que o segundo colocado Palmeiras, porém, uma vitória hoje diante da equipe do Vale do Paraíba, põe os guarulhenses no confronto contra o time do Suzano, vice-líder da chave A, num confronto teoricamente mais fácil, pois se a Wimpro terminar a fase de classificação em segundo lugar terá de enfrentar o Corinthians, até aqui, a melhor equipe da competição.

Sub 20 tenta recuperar a liderança

Às 18h30, antes da partida do principal, entram em quadra os garotos do juvenil, em jogo também contra Pinda, mas a diferença para a equipe adulta é que o sub 20 vai tentar recuperar a liderança perdida após a derrota para o Palmeiras. Hoje o alvi-verde tem 16 pontos, enquanto que a Águia está com 14 na vice liderança.

Os dois times já estão classificados, mas uma vitória diante de Pinda deixa a Wimpro com chance de terminar a fase de classificação em primeiro lugar, basta que o Palmeiras perca sua última partida, contra o mesmo Pinda, que amarga a lanterna do grupo com apenas dois pontos.

Troca de figurinhas da Copa no Parque Cecap


Texto: Cacá Gouveia


Evento será neste domingo, 23, e reunirá colecionadores de toda Guarulhos


De quatro em quatro anos os brasileiros param para acompanhar a seleção na Copa do Mundo. Porém, antes da bola rolar no país sede, que esse ano é a África do Sul, uma outra mania entra em campo: a coleção das figurinhas do Mundial de futebol.

Entretanto, antes de completar o álbum, o colecionador geralmente acumula um bom número de cromos repetidos e para ajudar esse número diminuir e até a completar o álbum daqueles que ainda estão sem todas as figurinhas, um grupo de colecionadores promoverá neste domingo, 23, no Clube do Parque Cecap, a partir das 10 horas, uma grande troca de figurinhas.

Os organizadores lembram que a entrada é gratuita, basta apenas que as pessoas levem seus álbuns e suas figurinhas repetidas para que as trocas possam ser feitas.

O Clube do Parque Cecap fica na avenida Monteiro Lobato, 3.415 e a entrada é gratuita.

domingo, 16 de maio de 2010

Guarulhos empata com Jabaquara - veja vídeo

Texto e vídeo: Cacá Gouveia
Foto: Fernando Martinez / Jogos Perdidos


Equipe busca empate no fim do jogo mas segue na lanterna do grupo 6


O Guarulhos foi a Santos neste domingo, 16, enfrentar o tradicional Jabaquara pela 3ª rodada da fase de classificação e saiu da baixada com um empate em 2 x 2 com os donos da casa. Em compensação, o Índio não sabe o que é vencer na competição e amarga a lanterna do grupo 6 com um único ponto ganho.

Apesar do resultado final, a partida não foi empolgante no primeiro tempo. A falta de objetividade das equipes fez com que o placar ficasse apenas no 1 a 0 para o Jabuca, gol marcado por Cristiano após cruzamento vindo de cobrança de falta pela esquerda já no fim do primeiro tempo.

A segunda etapa foi mais empolgante, pois os times foram mais ofensivos. O técnico Marcel Agea colocou Renato no lugar de Bruno Ferrari disposto a colocar o time no ataque. A mudança surtiu efeito: ainda no começo do segundo tempo, Juninho pegou sobra na entrada da área e mesmo com um chute mascado empatou para o Guarulhos.

No momento em que o Índio estava crescendo na partida surgiu o lance do segundo gol do Jabuca: no contra-ataque dos donos da casa, Murilão derrubou o atacante adversário dentro da área: pênalti convertido por Edgard no meio do segundo tempo.

O gol deu uma esfriada na equipe guarulhense, mas deu uma aquecida no Jabaquara que seguiu buscando ampliar o placar, mas sem sucesso. Enquanto o tempo foi passando, o Guarulhos foi recuperando seu poder ofensivo e, no fim da partida, depois de pegar um rebote da cobrança de falta de Stocco, Diego Ferrari acertou um chutaço da meia lua e a bola entrou no ângulo esquerdo do goleiro Rodrigo Calchi: 2 x 2, placar final.

Agea negocia com Vágner dos Anjos

Após o fim da partida contra o Jabaquara, o presidente do Guarulhos, Ricardo Agea, confirmou ao Futebol Guarulhos que o clube está negociando com Vágner dos Anjos, ex-Flamengo: "estamos conversando e talvez essa semana teremos novidades", disse o mandatário que concluiu dizendo que "a grande pendência para um possível acerto é a questão salarial. Mas mesmo assim, o Guarulhos está otimista".


sexta-feira, 14 de maio de 2010

Ivan Silva cai e Marcel Agea reassume Guarulhos

Texto: Danilo Barra / Guarulhos Hoje
Foto: Arquivo / Guarulhos Hoje

Após duas derrotas consecutivas no início do Campeonato Paulista da 4ª, Ivan Silva não resistiu e foi demitido do Guarulhos

A saída de Silva foi justificada pelo supervisor de futebol, Alex Guimarães, como sendo exclusivamente por conta dos maus resultados. Marcel Agea, técnico da AD em 2009, assumirá a equipe interinamente para a partida deste final de semana.

Em duas partidas disputadas, a AD sofreu oito gols e marcou apenas três. Na última rodada, contra o São Bernardo, os guarulhenses reclamaram muito da arbitragem, que teria anulados gols do Índio de Guarulhos e ainda assinalado pênaltis inexistentes para o time da casa.

O ex-técnico do tricolor guarulhense aceitou a demissão com naturalidade. "Infelizmente não há trabalho a médio ou longo prazo. Os resultados não vieram e, quando avisado da demissão, acatei e entendi a decisão da diretoria", afirmou.

Silva acredita que a AD está no caminho certo. "Tem que valorizar a prata da casa e dar força para esses garotos que se esforçaram enquanto estive no grupo. Só tenho a agradecê-los", disse. "Agradeço à diretoria e espero que continuem esse trabalho da base, sem grandes contratações, para ter um bom elenco e, no futuro, a equipe subir", sugeriu.

Enquanto a diretoria não confirma o nome do novo treinador, Marcel Agea assume interinamente o comando do time. Agea comandou o time guarulhense na quarta divisão no ano passado, conduzindo o time até a segunda fase, quando foi eliminado na última rodada por apenas um gol de saldo.

Sob seu comando, a AD Guarulhos disputou 18 jogos, conquistando seis vitórias, cinco empates e sofrendo sete derrotas. Na fase final, a AD chegou à última rodada com poucas chances de classificação, mas, mesmo atuando em Leme, conseguiu fazer 3 a 0 no Lemense e só não passou de fase pela falta de um gol positivo no saldo. Se conseguisse marcar o quarto, a equipe seguiria na competição.

Apesar da oportunidade, Agea deixa claro que não tenciona repetir o ano passado e não permanecerá no cargo. "Vou para buscar a vitória, mas não tenho a ambição de ser técnico. Só aceitei o convite para dar uma ajuda ao presidente", esclarece.

Para o jogo deste domingo, contra o Jabaquara, na Baixada Santista, Agea afirma que mudará pouca coisa no time. "A equipe já tem um trabalho feito pelo Ivan. Conheço a maioria dos jogadores e o maior ganho será psicológico, vou colocar alguma coisa minha para motivar o grupo", conta.

Wimpro está na semifinal

Texto e foto: Cacá Gouveia


Time goleia São José por 5 a 1 e pode terminar fase de grupo em primeiro lugar

Após marcar por cobertura, Johnny sai para comemorar mais um gol da Wimpro

A Wimpro está na semifinal do Metropolitano de Futsal. A Águia goleou o São José por 5 x 1 na noite desta quinta-feira, 13, no ginásio da Ponte Grande. Essa vitória, deu à equipe guarulhense a possibilidade de terminar a fase de grupos em primeiro lugar na chave B, pois Palmeiras e Mesc empataram em 1 x 1 na noite de terça-feira, 11.

O jogo foi emocionante do começo ao fim, porque, além da Wimpro, o São José - tri-campeão metropolitano - também lutava por classificação, mas foi Pirulito quem abriu o marcador para os donos da casa ainda no primeiro tempo e o placar permaneceu desta forma até os quase 10 minutos do segundo tempo, com chances claras de gol perdidas pelas duas equipes, porém, os guarulhenses perderam mais oportunidades.

Mas aos 10, após receber boa bola na esquerda, Johnny, artilheiro da equipe e da competição com oito gols, tocou por cobertura e marcou um golaço para a Águia ampiliando o placar para 2 x 0. Um minuto depois, o próprio Johnny aproveitou a sobra da jogada de goleiro-linha do São José e, de sua quadra defensiva, arriscou o chute fazendo o terceiro gol da Wimpro.

Apesar da folga no placar a alegria durou pouco, pois São José descontou logo marcando aquele que seria seu único gol na partida. O tento do time vale paraibano reacendeu os visitantes que passaram a apertar os guarulhenses e, aos 16, Didi afastou uma bola que rondava com perigo o gol de Wagnão. Mas um minuto depois, o mesmo Didi fez o quarto gol da Wimpro e antes do cronômetro chegar aos 18 minutos, o goleiro do São José saiu chutando a bola e encontrou Johnny pelo caminho. A bola bateu no guarulhense e entrou no gol selando os 5 a 1 da partida e a classificação, com uma rodada de antecedência.

Após a partida, Johnny disse que está feliz pela fase vivida: "estou numa sequência boa de jogos e gols, mas sem a ajuda do grupo os gols não sairiam e se o grupo não corresse junto eu não poderia ajudar a equipe a classifcar", concluiu o artilheiro. Para o técnico Jô, a classificação é resultado de um trabalho constante: "o crescimento da equipe era esperado com os treinamentos realizados e partir daí as vitórias vieram. O primeiro passo nós já demos, que foi a classificação, agora é tentar segurar a liderança", finalizou.

Sub 20 também vence e está perto de se classificar

Jogando em busca da classificação, os garotos do juvenil também enfrentaram a equipe do São José e venceram pelo placar de 3 a 0 com gols de Juninho, Marquinhos e Hebert. Com a vitória, o time do técnico Pena chegou aos 14 pontos retomando a liderança do grupo, pois o Palmeiras perdeu para o Mesc por 2 x 1. As duas equipes, Palmeiras e Mesc, estão empatadas com 13 pontos ganhos, mas o Verdão leva a melhor no saldo de gols. Com o resultado, a Wimpro vai pra cima de Pinda no último jogo e uma vitória simples classifica o time em primeiro.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Wimpro arranca empate no fim e segura liderança

Fonte: Marcos Diniz/FPFS
Cacá Gouveia

Time sub 20 perde seu jogo e a liderança


Jogando em Jundiaí, a equipe da A.D. Wimpro de Guarulhos conquistou um importante empate diante do Verdão, placar de 3 a 3. O time guarulhense virou o primeiro tempo vencendo por 2 a 1, levou a virada palmeirense em 3 a 2, mas foi em busca do empate para manter a liderança da chave "B" do Campeonato Metropolitano A1.

Com o resultado de empate, a Wimpro ficou em 1º lugar com 10 pontos em 6 jogos. Já o alvi-verde permanece em 2º com 8 pontos e um jogo a menos, ou seja, cinco partidas.

O time de São José dos Campos, atual tricampeão do Metropolitano aparece em 3º lugar empatado em número de pontos com o Palmeiras, porém, um jogo a mais que o time de Jundiaí.

Sub 20 perde

Antes do principal, o time juvenil entrou em quadra, mas não conseguiu segurar o Palmeiras. O time do técnico Pena perdeu a partida por 3 a 2 e, como consequência, perdeu a liderança do grupo também para o Verdão. Agora, o Palmeiras tem 13 pontos, enquanto que a Wimpro está com 11 pontos. Na terceira posição está o Mesc, com 7 pontos.

O próximo compromisso dos times da Wimpro será na quinta-feira, 13, contra os times de São José, a partir das 19 horas, no ginásio da Ponte Grande.

Pelo regulamento da competição, somente os dois primeiros avançam às semifinais.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

E.C. São Bernardo x Guarulhos - melhores momentos

Pedimos desculpas aos leitores do blog, mas não temos o terceiro gol do São Bernardo, que foi de pênalti.

O próximo compromisso do Guarulhos será em Santos, no estádio Ulrico Mursa, contra o Jabaquara, às 11 horas.


domingo, 9 de maio de 2010

Guarulhos tropeça fora de casa

Texto: Cacá Gouveia

Índio perde do São Bernardo de 3 a 1 em jogo cheio de erros de arbitragem


O Guarulhos foi derrotado em sua segunda partida, na manhã deste domingo, 9, no estádio Baetão, em São Bernardo do Campo, pelo placar de 3 a 1. O jogo foi válido pela segunda rodada da fase classificatória da 4ª divisão do Campeonato Paulista (B1).

Porém, a partida terminou com erros graves de arbitragem que determinaram o placar final do jogo. O árbitro Leomar Oliveira Neves expulsou um atleta de cada lado, anulou três gols do Guarulhos, um do São Bernardo e ainda anotou duas penalidades máximas contra o time do técnico Ivan Silva.

Antes dos 10 do 1º tempo, Robson, do São Bernardo, foi expulso após o bandeira ter enxergado uma agressão do atacante em defensor do Guarulhos. Porém, no lance seguinte, os donos da casa abriram placar com Deivid após cobrança de escanteio. O Guarulhos pareceu não sentir o gol e foi para cima dos adversários tentando aproveitar a superioridade numérica.

Com um homem a mais no campo, o Guarulhos dominou o meio e passou ditar o ritmo da partida e aos 36, Thierry num chutaço de fora da área enfiou a bola no ângulo direito do goleiro Lucas empatando a partida. Mas dois minutos mais tarde, o bandeira Gustavo Rodrigues Oliveira, viu pênalti em cima de Hugo. O árbitro havia marcado escanteio para o São Bernardo, mas ouviu a argumentação do bandeira e deu o pênalti para os donos da casa de uma maneira muito confusa. Felipe colocou os anfitriões novamente na frente.

Ainda no primeiro tempo, o árbitro anulou dois gols do Guarulhos. O mais contestado deles saiu após uma cobrança de escanteio pela direita, que Stocco desviou para a pequena área e Souzinha, com o peito fez. Mas o bandeira Marcio Jacob marcou impedimento de Souzinha, acolhido pelo árbitro. No outro gol, o juiz marcou falta de ataque do Guarulhos e para o lado do São Bernardo, o gol de Felipe foi anulado sendo anotado impedimento do ataque.

No 2º tempo, o Guarulhos tentou impor um ritmo mais veloz de jogo, mas não conseguia encaixar boas bolas no ataque e desperdiçou algumas poucas chances que teve. A partida continuou monótona até pouco mais da segunda etapa, quando numa arrancada do ataque do São Bernardo o juiz viu pênalti do goleiro Chico em Marcos Júnior. O goleiro do Guarulhos reclamou dizendo que abafou a bola e não acertou o jogador. O próprio Marcos bateu e ampliou o placar: 3 a 1. Os visitantes ainda tiveram o gol anulado de Ewerton, que foi expulso por reclamação nesse lance. O árbitro havia dado impedimento.

Ivan Silva elogia postura da equipe e reclama do juiz

O técnico Ivan Silva disse que a postura de sua equipe mudou em ralçao ao primeiro jogo. Segundo o técnico, "o Guarulhos dominou boa parte do jogo, pois fechamos o meio de campo, só que a arbitragem atrapalhou nosso jogo anulando nossos três gols e dando doi pênaltis para eles", disse. Sobre o resultado do jogo, o técnico alfinetou: "foi 3 a 1 com dois gols de pênalti. Ele só não anulou o gol do Thierry porque não tinha como, porque quando ele chutou ele estava sozinho no lance", disparou.

Ficha Técnica

São Bernardo: Lucas, Hugo, Rafael, Andre Dalia e Jorginho (Daniel Cruz); Jonatas, Emerson e Felipe; Marcos Júnior, Robson e Deivid (Diego Santos). Técnico: César Franco.

Guarulhos: Chico, Rodrigo, Diego (Renatinho), Ewerton e Diego Ferrari; Murilo, Thierry, Bruno Ferrari e André Stocco (André); Juninho e Souzinha. Técnico: Ivan Silva.

Árbitro: Leomar Oliveira Neves
Árbitro Assistente 1: Marcio Jacob
Árbitro Assistente 2: Gustavo Rodrigues de Oliveira

Gols
São Bernardo: Deivid, Felipe e Marcos Júnior
Guarulhos: Thierry

Cartão vermelho:
São Bernardo: Robson
Guarulhos: Ewerton

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Wimpro defende a liderança contra o Palmeiras

Texto e Foto: Cacá Gouveia

Sub 20 pode ampliar vantagem e principal pode se firmar no topo da tabela


Os jogos desse sábado, 8, podem ser cruciais para as pretensões da Wimpro, no Metropolitano de Futsal. Ambas as equipes, principal e sub 20, defendem a liderança contra o Palmeiras, em Jundiaí.

Entrando em quadra às 17 horas, os garotos do juvenil (sub 20) poderão ampliar a vantagem de pontos sobre o Palmeiras. O Wimpro lidera a chave B do Metropolitano com 11 pontos, enquanto que o Verdão tem 10 pontos. Mesmo com um jogo a mais que seu adversário, a Águia poderá abrir uma distância de quatro pontos e assim dar um importante passo para a classificação para a próxima fase.

Segundo o técnico Pena, "uma possível vitória amanhã fará com que o time tenha grande chance de terminar essa fase em 1º lugar". Ainda sobre o jogo, Pena disse que o time adotará postura semelhante a do Palmeiras no início do jogo: "de início mudaremos nosso sistema de marcação. Faremos algo semelhante a eles, marcaremos meia-quadra. Dependendo de como for a partida vamos voltando ao nosso sistema, que é a marcação sob pressão", concluiu.

Tentando também ampliar sua vantagem sobre o vice-líder Palmeiras - são 9 pontos da Wimpro contra 8 do Verdão - o time do técnico Jô entra em quadra às 18h30 com uma misssão teoricamente mais difícil que o juvenil, pois se vencer a equipe se consolida na liderança, porém, se perder, corre o risco de cair para a quarta colocação na chave (Mesc e São José têm 7 pontos cada).

Para Jô sua equipe está preparada: "essa semana de folga nos jogos serviu para que repassássemos alguns fundamentos e aprimorássemos a parte física", disse o técnico continuando a dizer que "os treinamentos da quinta e da sexta-feira foram específicos para estudar a forma de jogar do Palmeiras. O time sabe da dificuldade que vai enfrentar, mas deve continuar do mesmo jeito, aplicado, pois a equipe sabe que as vitórias não cairam do céu e se não continuar com essa aplicação corre o risco de ficar de fora", concluiu.

Guarulhos confiante na vitória

Texto e foto: Cacá Gouveia

Time vai a São Bernardo tentar recuperar os pontos perdidos na estreia


O Guarulhos realizou na manhã desta sexta-feira, 7, o último treino antes do confronto contra o São Bernardo, na casa do adversário, no domingo, 9, às 10 horas no estádio Baetão.

Na preparação de hoje, a equipe do técnico Ivan Silva fez um jogo treino contra os juniores do próprio Guarulhos. Segundo o treinador foi um bom jogo: "o trabalho de hoje me agradou muito, porque foi muito movimentado", disse o treinador que ressaltou a qualidade da equipe de base: "nos juniores tem bons jogadores e aproveitamos também para prestarmos atenção neles. Por isso esse trabalho integrado", falando em relação ao treino dos profissionais contra os juniores.

Para o jogo de domingo o Guarulhos não contará com Willian, que sofreu uma torção no joelho. O atleta deverá passar por uma ressonância na próxima semana e daí sim poderá ser avaliada a gravidade da lesão. Porém, mesmo com o desfalque o treinador está confiante no bom resultado: "pelo que realizamos hoje no treino acredito que iremos em busca dos três pontos perdidos na estreia e o time está otimista", reforçou o treinador.

Ainda sobre a estreia, Silva disse que o placar não reflete o que foi jogo e também lembrou que foi a primeira partida e mesmo jogando de forma improvisada a equipe correspondeu bem as expectativas: "para uma equipe que treina apenas em um período acredito que fomos bem sim, os meninos deram raça e na realidade jogamos contra o time 'B' do Corinthians", disse o treinador referindo-se a parceria entre o Nacional e o Timão (acordo para que o clube da Barra Funda utilize os atletas do Parque São Jorge). "Certamente o Nacional estará classificado entre os quatro da chave, mas acredito que o Guarulhos também. Temos time para isso", concluiu Silva.

O técnico adiantou que a equipe será a mesma que estreou contra o Nacional, mas não disse quem ocupará a vaga de Willian. Provavelmente o time que entrará em campo será: Felipe, Diego, Ewerton, Murilo e Diego Ferrari; Thierry, Batata (Jean), Ferrari e Juninho; Juninho e André Stocco.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Jogos de ida do Guarulhos

Texto: Cacá Gouveia


Amigo torcedor do Guarulhos, saiba aqui quais os jogos que o Guarulhos fará nas rodadas de ida nessa fase de grupos da B1 do Paulistão. Depois postaremos as datas dos jogos de volta, uma vez que a ordem dos adversários não mudará, salvo alterações de última hora na tabela.

Porém, saiba também que para garantir sua classificação, o time do técnico Ivan Silva terá de terminar o returno, no dia 1º de agosto, em partida contra o Mauaense, entre os quatro primeiros colocados. Essa tarefa tem tudo para não ser das mais difíceis, afinal, o Guarulhos está numa chave que tem oito equipes.

Confira as partidas:

09/05 - Estádio Baetão, às 10 horas
EC São Bernardo x Guarulhos

16/05 - Estádio Ulrico Mursa, às 11 horas
Jabaquara x Guarulhos

22/05 - Estádio Antônio Soares de Oliveira, às 15 horas
Guarulhos x Palestra São Bernardo

29/05 - Estádio Vereador José Ferez, às 11 horas
Taboão x Guarulhos

05/06 - Estádio Antônio Soares de Oliveira, às 15 horas
Guarulhos x São Vicente

12/06 - Estádio Pedro Benedetti, às 10 horas
Mauaense x Guarulhos

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Rodada favorece Wimpro, que lidera no principal

Texto e foto: Cacá Gouveia

Águia já seguia isolada no sub-20

O término da rodada, nesse último final de semana, foi favorável ao time principal da Wimpro, que assume de vez a liderança do Campeonato Metropolitano de futsal.

Isso só foi possível porque o São José empatou na noite de sexta-feira, 30, com o Sabesp/Pinda em 4 a 4. Com esse resultado o Wimpro se isola na ponta da tabela da chave B com 9 pontos, enquanto que o São José chegou aos 8 pontos com o empate. O time do técnico Jô defende a liderança em Jundiaí, no dia 8, contra o Palmeiras, terceiro colocado, com 7 pontos.

No mesmo dia, a garotada do sub 20 também enfrenta o Palmeiras. A diferença do sub 20 para o principal, é que o time do técnico Pena poderá abrir 4 pontos de vantagem sobre o vice-líder, no caso o próprio Palmeiras. Já o principal, mesmo liderando, não pode pensar em peder, pois uma derrota pode jogar a Águia para a terceira posição.

Classificação principal



Tabela fonte: FPFS

Peço licença, mas devo falar do Santos e lembrar Guarulhos


Por: Cacá Gouveia


Com louvor, o Santos é campeão paulista da 1ª divisão. Essa afirmação pode parecer a mais “lugar comum” do mundo, mas para quem assistiu as partidas finais do Paulistão sabe que essa afirmação não é tão vaga assim.

Durante todo o Paulistão, o Santos passou por quase todos seus adversários sem nem tomar conhecimento da dificuldade que encontraria do outro lado do campo. Quase não teve dificuldades, nem tropeços. A equipe de Dorival Júnior, além de não se omitir, foi para cima dos oponentes em todos os jogos. O Santos sempre buscou o ataque, os gols e foi premiado com o título de campeão. O Santo André foi o melhor adversário que passou pelo caminho dos meninos da Vila e mostrou isso na vitória de 3 a 2 na derradeira partida, no septuagenário Pacaembu.

O grande fato é que o Santos mereceu o título, não pelas vitórias simplesmente, mas porque as buscou a todo momento e mesmo quando não precisava da vitória e podia segurar o jogo – como no caso da semifinal contra o São Paulo – não o fez, como a grande maioria dos times faria. Os meninos do Santos trouxeram a alegria do futebol de volta e a união dessa garotada com a ousadia do técnico Dorival Júnior só tinham de resultar nessa explosão de ofensividade e objetividade transformada em quase 100 gols marcados em pouco menos de 30 jogos.

Mas, tentando traçar um paralelo com o futebol profissional de Guarulhos, por onde devemos começar alguma comparação? A qualidade dos profissionais santistas? Não, essa comparação não pode ser feita. Sugiro deixarmos de lado as discrepantes estruturas do clube Santos e da cidade de Guarulhos para olharmos as origens dos jogadores e como eles foram parar onde estão.

Esse time do Santos campeão de 2010 tem nada menos que cinco titulares formados em suas categorias de base: o goleiro Felipe, o volante Wesley, o meia Ganso e os atacantes Neymar e Robinho. Isso sem falar do atacante André, também formado na base santista e um dos artilheiros do time, apesar de ficar na reserva nessa reta final de Paulistão. Destes cinco, dois são nascidos em São Vicente, cidade vizinha a Santos e muito menor que Guarulhos: Felipe e Robinho.

O Guarulhos está trabalhando de forma semelhante com seu time. A maior parte da equipe, que hoje disputa a 4ª divisão de São Paulo, é daqui e formada na base. Essa receita caseira, se bem trabalhada pelo treinador Ivan Silva, pode ser a chave de um possível acesso da equipe guarulhense à 3ª divisão. Afinal, o próprio campeão paulista mostrou que a base pode ser forte. Mas mesmo assim fica a pergunta: será que Guarulhos, a 2ª maior população do Estado não consegue produzir craques para que suas equipes estejam na elite do futebol nacional? Eu, particularmente, acho que consegue.

Não estou falando que os times guarulhenses devem se transformar no Santos. Mas podem sim usá-lo como exemplo. É chegada a hora do futebol profissional da cidade de Guarulhos ter futuro e deixar de ser tratado amadoristicamente. Essa vontade de crescer é mais visível no time do Guarulhos, até pela visão de futuro dos dirigentes. Porém, a prefeitura poderia ajudar mais o futebol e o esporte em geral, oferecendo algum tipo de isenção fiscal às empresas que colaborarem com o desporto da cidade.

As equipes locais não precisam apenas de bons profissionais em campo, mas também fora dele. Talvez por falta de bons dirigentes não vemos os apoios esperados das empresas locais aos clubes. Infelizmente.

sábado, 1 de maio de 2010

Guarulhos é goleado na estreia

Texto: Cacá Gouveia

Apesar de um bom 2º tempo, equipe leva 5 a 2 do Nacional, de Vampeta

A estreia do Guarulhos na quarta divisão do Campeonato Paulista - série B1 - não foi como a torcida estava esperando: o time levou uma goleada de 5 a 2 do Nacional, clube da Barra Funda e treinado pelo ex-corintiano e estreante na carreira de treinador, Vampeta.

Jogando de forma improvisada logo na estreia, o time do técnico Ivan Silva sentiu a falta de entrosamento e foi presa fácil no 1º tempo sendo envolvida pelos visitantes, que exploraram o lado esquerdo do ataque - nas costas de Murilo - faixa do campo onde surgiu o primeiro gol em jogada de Caju que Fernando completou aos 19 do 1º tempo e também de onde saiu a jogada que culminou num pênalti, convertido por Taubaté, aos 26.

Querendo mostrar que não estava sentindo os pesos da estreia e também de estarem enfrentando jogadores que, apesar de defenderem o Nacional, têm vínculo com o Corinthians, a equipe do Guarulhos não se entregou e diminuiu aos 30, ainda do 1º tempo. Esse placar se estendeu por todo o restante da primeira etapa.

No intervalo, o técnico Ivan Silva resolveu mudar a forma de jogar de sua equipe e o Guarulhos veio mais ofensivo e decidido a equilibrar a partida, tanto que aos 12 minutos, Thierry recebeu passe no lado direito da entrada da área e tocou no ângulo esquerdo do goleiro André Dias marcando um golaço e empatando o jogo.

Daí em diante o Guarulhos passou a dar trabalho à equipe da capital. Porém, aos 18 após uma cobrança de falta para o Nacional, o goleiro Filipe rebateu para a entrada da área e, de primeira, Jádson chutou fraco no canto direito do goleiro guarulhense, que aceitou o gol o qual deixou novamente o Nacional na frente: 3 a 2.

Depois do terceiro gol dos visitantes, o Guarulhos se abateu e não teve forças para esboçar uma reação deixando o Nacional dominar completamente a partida e logo aos 25, Taubaté fez mais um gol. A partir daí, o time de Vampeta (que não levantou do banco o jogo todo para instruir seus jogadores), apenas administrou o resultado e fez mais um no fim do confronto: após cruzamento da esquerda, Willian fez o quinto gol, aos 42 selando o placar final.

Após o fim da partida, o técnico Ivan Silva disse que gostou do viu: "o time teve garra e foi buscar o resultado, mas faltou experiência e cadência ao grupo, principalmente após o gol de empate", avaliou. O técnico ainda reclamou da atuação do árbitro: "ele falhou feio, não teve critério, principalmente quando ele voltou atrás no cartão vermelho para o atleta deles". Silva se refere a uma falta cometida pelo zagueiro André Vinícius na entrada da área no fim do jogo. O jogador foi expulso, mas o árbitro voltou atrás dando apenas o cartão amarelo, que o jogador não tinha.

Sobre o improviso de seu time, o técnico guarulhense reconheceu a falta de peças específicas e disse que o clube está se mexendo: "nessa semana, vou me reunir com o presidente Agea e vamos discutir o que falta na equipe. Precisamos de, ao menos, dois atacantes e também de zagueiros. As outras posições serão estudadas", concluiu.

Ficha técnica

Guarulhos
Filipe, Diego, Ewerton, Murilo e Diego Ferrari; Willian, Thierry (Batata), Bruno Ferrari e Juninho; Souzinha (Jean) e André Stocco. Técnico: Ivan Silva

Nacional
André Dias, Betinho, André Vinícius, Daniel e Lucas; Marquinhos, Jádson, Willian e Taubaté; Fernando e Caju. Técnico: Vampeta

Gols
Nacional: Fernando (19'), Taubaté (26') do 1º tempo; Jádson(18'), Taubaté (25') e Willian (42') do 2º tempo

Guarulhos: Juninho (30' do 1º tempo) e Thierry (12' do 2º tempo)

Cartões
Guarulhos: Ewerton (A)

Nacional: Daniel (A) e André Vinícius (A)

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Guarulhos pronto para a estreia na B1

Texto e foto: Cacá Gouveia

Técnico Ivan Silva já definiu equipe que vai a campo enfrentar o Nacional

Na manhã desta sexta-feira, 30, o técnico Ivan Silva fez os últimos ajustes no Guarulhos para a estreia da equipe amanhã, às 15 horas, na quarta divisão (B1) do Campeonato Paulista contra o Nacional, equipe da capital e treinada pelo estreante Vampeta.

A movimentação desta manhã priorizou o posicionamento de ataque e defesa em jogadas aéreas de bolas vindas de escanteios e cobranças de falta próximas a área. Na parte defensiva foi testado ainda o poder de saída em contra-ataque após a anulação das jogadas de bolas alçadas na áera. Já o treino ofensivo visou a manutenção da bola dentro da área adversária o que aumenta a chance de gol.

Sobre a expectativa da estreia no torneio, o técnico Ivan Silva se mostrou pronto para a primeira batalha: "nesse mês de preparação fizemos um bom trabalho e a equipe está confiante na vitória e mostrando vontade", disse o treinador, que destacou a principal virtude do time dizendo ser essa uma "equipe guerreira, de pegada". Essa característica, aliás, foi a que mais chamou sua atenção: "eu já havia visto os garotos no ano passado quando muitos ainda estavam no sub-20 e a determinação deles me chamou muito a atenção", completou.

O treinador disse que sua equipe joga no esquema de 4-4-2 e também adiantou quais jogadores entrarão em campo amanhã no Estádio Antônio Soares de Oliveira: Felipe, Willian, Everton, Murilo e Ferrari; Thierry, Bruno Ferrari, Souzinha e André Stocco; Rodrigo Fumaça e Juninho.

Wimpro vence e dorme líder


Texto e fotos: Cacá Gouveia


Principal vence a três segundos do fim e sub 20 lidera

Não faltou emoção na noite desta quinta-feira, 29, no ginásio da Ponte Grande. As duas equipes da Wimpro venceram seus jogos contra o Mesc/São Bernardo e ambas dormirão líderes do Metropolitano de futsal.

Superação. Essa é a palavra que define a partida realizada pelo time principal da Wimpro na noite desta quinta-feira na Ponte Grande. O público que compareceu ao ginásio pôde ver um jogo emocionante que foi decidido nos últimos três segundos.

A equipe visitante abriu o placar somente aos 10 minutos do 1º tempo e a Águia só empatou aos 16, com Pescoço. Porém, quando todos achavam que a 1ª etapa terminaria empatada, um susto: o goleiro Wagnão chutou uma bola ao gol do Mesc, que bateu no travessão e no rebote a bola sobrou livre para o jogador do Mesc que, na cara do goleiro da Wimpro, só teve o trabalho de tirar o arqueiro Wagnão da jogada e marcar o segundo gol dos visitantes no último lance do 1º tempo.

O segunto tempo não foi muito diferente do 1º, tanto que somente aos 12 minutos, Johnny empatou para os donos da casa e novamente no momento em que todos já pensavam no empate como resultado final, Pirulito apareceu dentro da área do Mesc e disputando a bola com o goleiro, a três segundos do fim do jogo, empurrou a bola para as redes selando a vitória, de virada, do time guarulhense, que dormirá líder torcendo por uma derrota de São José diante de Pinda no fechamento da rodada.

Autor do gol da vitória, Pirulito vibrou muito em quadra e disse que "esse foi o gol dedicado ao trabalho realizado na semana, o gol do grupo, especialmente o gol do técnico Jô". Também falando sobre o grupo, Jô afirmou que esse é o resultado de um bom trabalho: "agora a equipe está se comportando como um grupo e esse é o reflexo. O que se viu hoje foi é resultado da evolução técnica e tática de cada um dos jogadores", afirmou.


Sub 20 líder

A equipe sub 20 venceu o time visitante pelo placar de 5 a 2. Os gols foram de Juninho (2), Boca (2) e Hebert. Com a vitória, a equipe de Guarulhos assume a liderança após chegar aos 11 pontos, contra 10 do Palmeiras, que tem um jogo a menos. Porém, essa distância pode aumentar, pois o próximo compromisso da Águia é justamente contra o Palmeiras, em Jundiaí, no dia 8 de maio.

Para o técnico Pena a equipe poderia ter se comportado melhor diante do Mesc: "no geral foi bom, mas o problema é que quando um time começa a partida de forma desorganizada favorece o adversário e leva prejuízo, porque tem de entrar em correria para se ajeitar e essa correria desfavorece o trabalho", disse o treinador. E a correria a que se referiu o treinador teve efeitos negativos em quadra, pois o goleiro Mica e Boca foram advertidos com cartão amarelo.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Wimpro joga em casa hoje contra o Mesc/São Bernardo

Texto e Foto: Cacá Gouveia
Só a vitória interessa ao principal para continuar com chance de classificação


Na noite desta quinta-feira, 29, as equipes da Wimpro receberão o Mesc/São Bernardo no ginásio da Ponte Grande, em partidas válidas pelo Campeonato Metropolitano das categorias sub-20 e principal.

A garotada do sub-20 entra em quadra às 19 horas e luta para encostar no líder Palmeiras. o Wimpro dividia a liderança com o alvi-verde, porém, na última terça-feira, 27, o time do técnico Pena empatou com o São José em 3 a 3 na casa do adversário e deixou que a equipe do Parque Antártica assumisse a ponta isolada.

Às 20h30 e precisando vencer para manter as chances de classificação para a próxima fase, o principal entra em quadra disposto a sair da quarta posição. Hoje, o time do técnico Jô tenta sua terceira vitória seguida no Metropolitano - a segunda foi sobre o São José na terça, 27, pelo placar de 4 a 2.

O ginásio da Ponte Grande fica na Rua Domingos Fanganielo e a entrada é gratuita.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Wimpro joga muito e goleia Pinda

Texto: Cacá Gouveia
Principal supera erros de marcação e demonstra raça em quadra. Juvenil também vence
A noite desta quinta-feira, 15, foi de um grande espetáculo de futsal. Os dois times da Wimpro, receberam, no Ginásio da Ponte Grande, a visita das equipes de Pindamonhangaba e fizeram bonito: golearam. O principal ganhou de 4 a 0 e o juvenil enfiou 5 a 1.
Precisando vencer a todo custo para manter boas chances de classificação, o principal entrou em quadra com a determinação que faltou no jogo contra o Palmeiras. A marcação, que foi a grande falha da equipe naquela partida, dessa vez foi o ponto forte dos comandados do técnico Jô. Sem dar espaços aos adversários, os atletas da Águia imprimiram um ritmo forte desde o primeiro minuto de jogo. Porém, a partida virou apenas 1 a 0 para os donos da casa.
Segundo Johnny, autor de dois gols no jogo, durante o intervalo Jô lembrou os rapazes que "este era o jogo do semestre e se a equipe não saísse vitoriosa de quadra poderia significar o fim de um trabalho que está apenas no começo". Com o incentivo do treinador, o time voltou à quadra após o intervalo e marcou os outros três gols que selariam o placar da partida. Além de Johnny, Pica-Pau e Didi deixaram suas marcas no jogo.
Para Jô, treinador da equipe, seu time encaixou a marcação e mostrou nessa noite mais vibração, mais raça e atitude. Ele lamentou o fato de o trabalho ter começado mais tarde, mas disse que "a determinação e consciência de jogo mostraram que o time está começando a trilhar o caminho certo, por isso o resultado tão bom", concluiu.
Estes foram os três primeiros pontos da equipe no Metropolitano. Apesar da vitória, o Wimpro ainda não encostou nos líderes da chave. O Mesc tem seis pontos, porém, com um jogo a menos que a Águia. O Palmeiras também tem seis pontos, mas perdeu para o Mesc.
Já a garotada do juvenil, que entrou em quadra antes, tinha como objetivo encostar no líder da chave, o Palmeiras. Com um jogo a menos até momentos antes da partida contra Pinda, os guarulhenses só pensavam em chegar aos mesmos sete pontos dos alvi-verdes. E assim foi feito: com um placar de 5 a 1, a Wimpro divide a liderança com o time do Parque Antártica. Os gols foram marcados por Marquinhos, Juninho e Lucas - este último fez três da goleada. O gol de Pinda foi feito por Felipe.
As equipes do Wimpro voltam a jogar pelo Metropolitano de Futsal no dia 27 contra São José, na casa do Adversário e no dia 29, já pelo returno da chave, recebem o Mesc, de São Bernardo.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Wimpro recebe Pinda na Ponte Grande


Texto: Cacá Gouveia
Foto: Ana Paula Almeida / Guarulhos Hoje

Vivendo momentos diferentes no Metropolitano de futsal, as equipes sub-20 e principal da Wimpro recebem a representação de Pindamonhangaba amanhã, 15, no ginásio da Ponte Grande.
A garotada do sub-20, comandada pelo técnico Pena, entrará em quadra às 19 horas brigando para assumir, ao lado do Palmeiras, a primeira posição da chave B - o time de Parque Antártica tem 7 pontos e o Wimpro 4, porém, tem uma partida a menos que os alvi-verdes. As duas equipes já se enfrentaram, também na Ponte Grande, e o jogo terminou 2 a 2.

O técnico Pena não terá Boca, expulso no empate com o Palmeiras. Já pelo lado do Pinda, Leandro Souza não estará em quadra. Ele foi expulso em jogo também contra o Palmeiras, quando seu time perdeu por 5 a 1, única partida do Pinda até aqui.
Principal

Após o jogo do sub-20, a rapaziada do principal entra em quadra, às 20h30, para tentar reverter a situação em que se encontra no Metropolitano: o Wimpro é o último colocado da chave B com nenhum ponto ganho. O time de Pinda também não pontuou, mas tem um jogo a menos que os guarulhenses.
Para sair da incômoda situação na qual está, o time do técnico Jô, precisa começar a vencer. Contando o jogo de amanhã, o Wimpro terá quatro partidas e 12 pontos em disputa, para poder brigar com os líderes do grupo - Mesc (1º) e Palmeiras (2º) - e buscar uma vaga na próxima fase da competição.

Porém, para o jogo de amanhã a noite, Jô já terá um desfalque: ele não contará com Pescoço, expulso na derrota por 6 a 2 diante do Palmeiras, no último jogo da equipe.

Tanto para o sub-20, como para o principal, o Metropolitano tem jogos de ida e volta.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Em coletivo, Guarulhos vai acertando a equipe

Texto e fotos: Cacá Gouveia
Barcelona não comparece e técnico aproveitou para observar atletas em teste
O jogo-treino entre o time do Guarulhos e o Barcelona, marcado para às 09 horas no Cícero Miranda não aconteceu. A equipe de futebol amador desmarcou o compromisso, mas nem por isso o treinamento deixou de acontecer.
Demonstrando certo descontentamento com a não realização da partida, que serviria para observar a base da equipe que entrará em campo pela B1 do Paulista, o técnico Ivan Silva aproveitou a manhã para observar atletas do interior de São Paulo, como a cidade de Itu e até de outros Estados (Santa Catarina) que vieram a Guarulhos para realizar testes na equipe local.
Apesar de ter perdido por 6 a 1, o time formado pelos jogadores em teste apresentou dois atletas que agradaram o treinador: o zagueiro Thiago Lima e o atacante Jaílson. Os dois foram convidados a retornarem aos próximos treinamentos do Guarulhos. Do lado dos jogadores já contratados pelo Guarulhos, Thierry mostrou bom passe no meio campo e Juninho na frente apresentou faro de gol: fez três, dos seis gols.
Mesmo com a tranquila vitória dos "titulares", Ivan Silva admitiu que ainda é muito cedo para avaliar a equipe, porém vê com bons olhos o futuro entrosamento de seus comandados: "ainda estamos só nos coletivos, mas com a entrada dos trabalhos técnicos e táticos dá pra perceber que esse é um time que vai evoluir", disse o treinador, que ainda valorizou a base da equipe: "é um time que joga bem e vamos dar chance à base, algo que não acontecia anteriormente. Assim, damos corpo e qualidade ao time", finalizou.
Polêmica minimizada e promoção para chamar torcida
O presidente do Guarulhos, Ricardo Agea já havia colocado panos quentes sobre a polêmica levantada pelo presidente do Flamengo, Edson David, que acusou o tricolor de não arcar com as despesas de seus jogos deixando as contas para o Flamengo: "ele falou aquilo no calor da emoção, após o Fla ter perdido um jogo, mas já está tudo resolvido. O Guarulhos vai pagar as despesas de seus jogos mandados no Antônio Soares de Oliveira. Já está tudo acertado", resumiu o presidente.
Agea falou ainda sobre a ação de marketing lançada por seu clube para atrair os torcedores: "é uma promoção bacana. O torcedor que comprar a camisa do Guarulhos não pagará pelo ingresso. Essa ação, dentro do que a gente espera, tem dado resultado. Estamos começando a colher os frutos", concluiu. O torcedor poderá comprar a camisa do Guarulhos em uma das três lojas da Galvila.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Acabou o ano do Flamengo

Texto: Cacá Gouveia
Foto: Paulo Manso

Rubro-negro não disputará Copa Federação Paulista e quase todo o elenco será dispensado

Está confirmado: a temporada 2010 acabou para o Flamengo. A reportagem do Futebol Guarulhos apurou que o Corvo não disputará a Copa Federação Paulista no segundo semestre e que a maior parte do time será dispensada.

A decisão foi tomada após o péssimo início de ano do time, que custou a queda para a série A3 do Paulistão em 2011. A diretoria rubro-negra estuda a permanência de poucos jogadores do atual elenco, como o lateral direito Bruninho (foto), o goleiro Paulão, o zagueiro Sandoval, o volante João Carlos e o atacante Erick.

Até mesmo o capitão Marquinhos e André Bocão, que têm contrato até o fim do ano, não estão assegurados na equipe. A intenção dos cartolas flamenguistas é ainda contar com André Bocão, mas se não acontecer qualquer acordo a opção seria ceder os dois atletas por empréstimo neste segundo semestre. O Tigres do Brasil, equipe do Rio de Janeiro e onde já jogaram Marquinhos e Bocão, pode ser o destino dos rubro-negros, além de um time de Santa Catarina, cujo nome não foi revelado.

O restante do elenco não deverá ficar no Jardim Tranquilidade, uma vez que o contrato de boa parte desses atletas termina no próximo dia 5 de maio. Até lá, o clube cumprirá seus compromissos contratuais, mas depois os jogadores terão a liberdade para acertarem vínculos com outros times, como foi o caso do zagueiro Andrezão, que deixou o Flamengo para acertar com o Comercial, do Mato Grosso, equipe pela qual irá disputar a série C do Campeonato Brasileiro.

Em 2010, os únicos compromissos do Flamengo serão os campeonatos das categorias sub-15, sub-17 e sub-20. O planejamento do futebol profissional para o ano de 2011 deve começar apenas em setembro.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Diretoria adia reunião, mas Fla deve ter cortes

Foto: Sidnei Barros / Folha Metropolitana
Texto: Cacá Gouveia
A reunião que seria ontem, 6, no Antonio Soares de Oliveira entre membros da diretoria do Flamengo, não aconteceu. Segundo apurou a reportagem do Futebol Guarulhos ela deverá acontecer ainda esta semana e definirá o rumo da equipe no segundo semestre.
Em pauta está a participação, ou não, do time na Copa Federação Paulista, que dá ao campeão vaga na disputa da Copa do Brasil em 2011. Para que o Flamengo jogue este torneio, a equipe precisa ser convidada pela Federação e o convite deverá ser feito formalmente apenas ao término das séries A2 e A3 do Paulistão.

Outro ponto importante da reunião será a lista de dispensa de alguns atletas. Muitos jogadores não permanecerão no clube e pela apuração do FG esse número deverá ultrapassar a metade do elenco que compôs o rubro-negro neste Campeonato Paulista. Nem mesmo os jogadores com contrato ainda em vigência estão com o futuro garantido.

Ao que tudo indica, essa reunião deverá representar uma guinada no Flamengo que a torcida conhece. A torcida só espera que seja uma guinada para melhor.

terça-feira, 6 de abril de 2010

Flamengo tenta juntar cacos

Uma reunião marcada para esta terça-feira, dia 6, no Antonio Soares de Oliveira, entre membros da diretoria, servirá como avaliação para o péssimo início de ano do Flamengo, cujo ápice do mal futebol foi o rebaixamento para a série A3 do Paulistão.

Além dessa avaliação, a diretoria também começará a planejar o segundo semestre do nubro-negro do Jardim Tranquilidade, quando a equipe disputará a Copa Federação Paulista, torneio que dá direito a uma vaga na Copa do Brasil.

Ao torcedor resta esperar - e, é claro, torcer - para que a diretoria não cometa os mesmos erros do início do ano, quando o time não teve pré-temporada e entrou em um campeonato sem equipe formada.

Informações sobre resoluções dessa reunião, o torcedor terá aqui, no Futebol Guarulhos.

quarta-feira, 31 de março de 2010

Wimpro tropeça mais uma vez e é goleado em casa

Texto e fotos: Cacá Gouveia

Equipe dá espaços ao Palmeiras e perde de 6 a 2 na Ponte Grande

O time principal da Wimpro recebeu a forte equipe do Palmeiras na noite desta terça-feira, dia 30, pela segunda rodada do Campeonato Metropolitano de Futsal e, assim como no jogo de abertura, a equipe na foi bem: sofreu uma goleada de 6 a 2, jogando na Ponte Grande.

Dizendo que seu time tentaria entrar em quadra menos ansioso em relação ao primeiro jogo, quando a Wimpro foi derrotada também por 6 a 2 diante do Mesc, o técnico Jô viu sua equipe ser envolvida pela rápida movimentação da equipe palmeirense, que se utilizou do esquema ofensivo com alas-pivôs, ou seja, os jogadores alvi-verdes faziam essa dupla função para abrir a marcação do time da casa puxando os defensores da Wimpro do meio da quadra para as pontas. A tática do Verdão deu certo e em vários momentos abriram-se buracos no sistema defensivo da Águia levando perigo constante à meta da equipe guarulhense.

Além dos espaços criados pelo ataque palmeirense, o time de Guarulhos pecou também na marcação individual, pois deu espaços aos atletas do Parque Antártica para que eles pudessem dominar a bola. Dessa forma os gols não demoraram a sair: Aos 7 minutos do primeiro tempo, Pescoço levou amarelo ao cometer pênalti no palmeirense Hugo, convertido por Carlos Roberto.

A partir desse gol o Palmeiras se impôs de vez em quadra e aos 10, Emerson ampliou em falha do goleiro Wagnão: 2 a 0. Dois minutos depois Emerson novamente fez o terceiro do Verdão. O time da Wimpro esboçou uma reação com Pica-Pau, mas a bola não entrou.

O segundo tempo começou com o mesmo ritmo acelerado do primeiro e começou com as mesmas falhas de marcação da Wimpro, tanto é que logo aos 2 minutos Robson fez o quarto gol dos visitantes. O Palmeiras seguiu mandando no jogo e aos 7, Emerson fez o terceiro dele e o quinto gol palmeirense. O time da casa conseguiu diminuir quase aos 12 minutos com um gol de Jhone, que naquele momento estava atuando como goleiro-linha, porém, um minuto depois do gol da Wimpro, Emerson, de novo, fez o sexto tento do Verdão e aos 16 minutos, Pescoço foi expulso e com um a menos, Pirulito fez o segundo da Águia selando o placar final do jogo.

Apesar da derrota o técnico Jô avalia que a postura de sua equipe mudou em quadra em relação ao primieor jogo: "Nós tomamos gols em falhas individuais em momentos que recuamos mais a marcação e quando fizemos isso deixamos o adversário à disposição para chutar mais a gol e com o Palmeiras não se pode deixar que isso aconteça, pois é uma equipe forte, mais até que o Mesc", finalizou.


Sub 20 empata na raça

Antes do time principal, quem esteve na quadra foi a equipe sub 20, que também enfrentou o Palmeiras. E diferente dos adultos, os garotos tiveram melhor desempenho: empataram em 2 a 2 com os visitantes.

O jogo começou acelerado, com as equipes marcando forte e tocando rápido e logo aos 3 minutos o Verdão abriu o placar com Alexandre Esteves. Apesar da desvantagem no marcador, os garotos da Águia não se abateram e foram para cima do adversário e Juninho quase empatou para o time da casa. A partida continuou "lá e cá" e após cobrança de escanteio o Palmeiras quase ampliou com Alexandre.

Porém, no fim do 1º tempo, aos 18 minutos, Boi empatou o jogo, mas quase deu um gol de presente aos visitantes, mas se redimiu do erro travando o chute do adversário na cara do gol.

No segundo tempo a partida continuou com o ritmo forte e o Palmeiras logo meteu uma bola na trave do goleiro Mica. A velocidade do jogo na segunda etapa fez, com o que o confronto ficasse mais faltoso e aos 12 Boca foi expulso de quadra, pois já tinha amarelo. Logo após sua saída o Verdão ampliou com Alisson, numa bola que sobrou limpa para ele empurrar de cabeça.

O Porco teve a chence de marcar o terceiro gol com Alexandre Esteves: Mica saiu jogando errado, mas também se redimiu do erro impedindo o gol palmeirense.

Faltando apenas 3 minutos para o fim do jogo, o técnico Pena mandou o fixo Boi para o gol para jogar com o esquema tático do goleiro-linha. A tentativa deu certo e a Águia de Vila Galvão empatou faltando 20 segundos para terminar a partida, após boa troca de passes na quadra do adversário, acuando o Palmeiras em sua defesa.

O técnico Pena já havia alertado seus comandados sobre a forma de jogar do Palmeiras: "eu disse aos garotos que o Palmeiras fecha o meio e força a abertura pelas alas e o primeiro gol que tomamos foi justamente em cima desse esquema de jogo deles", resumiu o treinador. Sobre o gol de empate da Wimpro, o técnico foi enfático: "a jogada é ensaiada à exaustão e com o goleiro-linha criamos mais opções de arremate, marcamos o adversário sob pressão em sua quadra e temos qualidade no toque de bola. Tanto que deu certo hoje", finalizou.

As equipes da Wimpro voltam à quadra no dia 9, na quadra da Federação, no bairro da Penha, zona leste da capital, contra o sub 20 e o principal de Pindamonhangaba.

terça-feira, 30 de março de 2010

Flamengo se despede da A2 com empate e futuro indefinido


Texto: Danilo Barra / GuarulhosWeb

Na partida derradeira do Flamengo no Campeonato Paulista da série A2, a torcida se encheu de esperanças de que o tabu de 13 jogos sem vencer terminaria

Com boa atuação do meia Felipe Piovesan, o rubro-negro abriu 2 a 0 no classificado Pão de Açúcar, mas sofreu o empate a seis minutos do fim, com dois gols relâmpagos e aumentou o jejum para 60 dias sem vitória, exatos dois meses.

A torcida aproveitou o último jogo do Corvo na A2 para protestar, com faixas com os seguintes dizeres: "Chega de mentiras", "Queremos a verdade e a transparência" e "O torcedor merece respeito".

Com o fim da competição, o Flamengo aguarda definições das vagas da Copa Paulista deste ano para saber se disputará alguma competição no segundo semestre. Mas, isto depende também do interesse da diretoria e dos investidores.

Segundo critérios divulgados pela Federação Paulista de Futebol (FPF), os 12 melhores classificados da série A1, os 11 melhores da A2 e os 9 melhores da A3 têm direito a vaga na competição. 

Mas, com a desistência óbvia dos quatro grandes, Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo, sobram quatro vagas certas. Seguindo este raciocínio, o Flamengo terá que aguardar a desistência de outras equipes para receber o convite, já que terminou o Paulista na 19ª colocação. No ano passado, os quatro rebaixados da A2 para a A3, Juventus, Comercial, Portuguesa Santista e Ferroviária, disputaram o torneio.

O elenco deve se reapresentar hoje, quando é aguardada uma posição da diretoria sobre possíveis dispensas e a preparação do elenco que possivelmente disputará a Copa Paulista no segundo semestre.

sábado, 27 de março de 2010

Rebaixado, Flamengo se despede do Paulistão contra PAEC

Texto: Danilo Barra / GuarulhosWeb

Neste domingo, o Flamengo faz sua despedida melancólica da série A2 do Campeonato Paulista. Já rebaixado, o rubro-negro recebe o classificado Pão de Açúcar (Paec), às 10h, no estádio Antonio Soares de Oliveira, na sua última partida na A2. Ainda com o técnico interino Toninho Oliveira no banco, o Corvo tenta quebrar a série negativa de 13 partidas sem vencer.

Após o rebaixamento, confirmado há duas rodadas e uma triste derrota para o lanterna Grêmio Osasco, que ainda não tinha vencido na competição, o rubro-negro de Guarulhos joga pela honra. Das arquibancadas, são esperados protestos organizados pelos torcedores em comunidades virtuais.

Com o Paec garantido na segunda fase, é esperado que o time da Capital escale jogadores reservas, já que, ocupando a segunda colocação com a mesma pontuação do líder Linense, já não pode ser alcançado pelo Guaratinguetá, quarto colocado com 35.

Enquanto isso, o Flamengo não tem mais nada a fazer no torneio. Com nove pontos na penúltima posição, não consegue mais ultrapassar o Taquaritinga, 18° com 13 pontos. Na pior das hipóteses, o clube de Guarulhos pode ser alcançado pelo lanterna Grêmio Osasco, que está a três pontos do Corvo, mas, ainda assim, seria preciso tirar uma diferença de seis gols no saldo.

quinta-feira, 25 de março de 2010

Flamenguinho consegue perder para o pior da A2

Texto: Danilo Barra / GuarulhosWeb
Foto: Ana Paula Almeida/Arquivo

Na penúltima rodada, Flamengo perde para Grêmio Osasco 

Com o rebaixamento confirmado, a situação do Flamengo só podia ficar pior se perdesse para o lanterna da competição, o Grêmio Osasco (GEO). E perdeu, por 2 a 0, na tarde de ontem. Sob o comando do técnico interino, Toninho Oliveira, o rubro-negro de Guarulhos conseguiu o feito de ser o único time que foi derrotado pelo time osasquense em todo o Campeonato Paulista da série A2.

Jogando no estádio Prefeito José Liberatti, em Osasco, Grêmio Osasco e Flamengo fizeram um primeiro tempo digno de suas campanhas. Ao final, 0 a 0. Sem nenhuma pretensão, já que o descenso já foi confirmado para as duas equipes, o duelo das duas piores equipes da competição melhorou de nível na etapa final.

Aos 20 minutos do segundo tempo, o atacante Ugo Casagrande, filho de Walter Casagrande, ex-jogador do Corinthians e comentarista esportivo, abriu o placar para o time da casa. E, quando a partida caminhava para o fim, aos 42, André Stocco marcou o seu, fechou o caixão rubro-negro e deu números finais ao jogo.

Com o resultado, o Grêmio Osasco foi a seis pontos, enquanto o Flamengo continuou com nove, na 19ª colocação. Apesar disso, os riscos do Corvo ser ultrapassado pelo GEO na última rodada são pequenas, já que a diferença no saldo de gols entre as duas equipes é de seis gols. Diferença pouco provável de ser tirada, visto a qualidade ofensiva apresentada pelas duas equipes ao longo do campeonato.

Na última rodada, que será disputada neste domingo, o Flamengo se despede em casa, contra o Pão de Açúcar (Paec), enquanto o Grêmio Osasco vai a Marília enfrentar o time local. As partidas acontecem neste domingo, às 10h.

Último rebaixado
- O Osvaldo Cruz colocou uma das mãos no passaporte para a terceira divisão de 2011. Atuando em seus domínios, o time foi batido pelo São Bernardo por 2 a 1 e, com 17 pontos, ficou mais distante de fugir da degola. Os resultados da rodada podem definir o rebaixamento já nesta quinta-feira.

domingo, 21 de março de 2010

ACOMPANHE LANCE A LANCE - FLAMENGO X SOROCABA

sábado, 20 de março de 2010

Flamengo pode cair para A3 mesmo se vencer Atlético Sorocaba

Texto: Danilo Barra / GuarulhosWeb

A 17ª rodada da Série A2 do Campeonato Paulista pode sacramentar o pesadelo que já é quase uma realidade pelos lados do Jardim Tranquilidade

Em campo, o Flamengo receberá o Atlético Sorocaba, às 10h, no estádio Antonio Soares de Oliveira, e pode ser rebaixado à série A3 até em caso de vitória, se Rio Preto, Guarani, Osvaldo Cruz e Marília, que estão na briga para não cair, somarem pontos na rodada.

Para se manter na A2, o rubro-negro terá que vencer e manter uma distância máxima de seis pontos de diferença para o 16° colocado. No sábado, o Rio Preto pega o Grêmio Osasco, lanterna já rebaixado, fora de casa, enquanto o Marília pega o Taquaritinga, em Marília.

No domingo é a vez do Osvaldo Cruz pegar o Guaratinguetá fora de casa e o Bugre receber o Pão de Açúcar em Campinas, porém ambos no período da tarde, após o jogo do Corvo.

Pra piorar a já difícil situação flamenguista, o Atlético Sorocaba não vem despretensioso. Apesar de ocupar a zona intermediária da tabela, na 13ª colocação, o time do Reverendo Moon possui 18 pontos, apenas um ponto fora da zona de rebaixamento.

Mesmo com poucos pontos, o Galo de Sorocaba não perde há cinco rodadas. Contudo, a partida de domingo representa vida ou morte para as duas equipes, no confronto de ataques de poucos gols marcados e defesas de muitos gols sofridos, cenário das duas equipes.

O técnico Nei Silva terá alguns problemas para domingo. O goleiro Paulão segue afastado da equipe por conta de uma virose, dando lugar para o reserva imediato Poty.

Os defensores Rafael Braga e Felipe Zambon continuam no departamento médico, enquanto o outro zagueiro, Roberto Dias, cumpre suspensão pela expulsão na rodada passada.

Pelo terceiro amarelo recebido, Rodrigo Lopes e André Bocão também desfalcam o time. Assim, o meio será formado por Marlon e Ronaldo na contenção, com Felipe Piovesan na armação. No ataque, com a recuperação de Luiz Carlos e Clayton, os jovens Tiago Andrade e Erick perdem espaço e devem ocupar o banco de reservas.

Ficha Técnica

Estádio: Antonio Soares de Oliveira - Guarulhos
Data: 19/03 - domingo - 10h

Árbitro: Rodrigo Braghetto
Assistentes: Bruno Salgado Rizo e Paulo Felipe de Barros Pinto

Flamengo: Poty; Marquinhos, Sandoval e Andrézão; Bruninho, Marlon, Ronaldo, Índio e Felipe Piovesan; Luiz Carlos e Clayton. T: Nei Silva

Atlético Sorocaba: Carlos Carioca; Leandro, Gilvan, Lombardi e Márcio Goiano; Fábio Oliveira, Wanderson, Fabiano Campos e Cassiano; Luan e Luciano. T: Karmino Colombini

quinta-feira, 18 de março de 2010

Classificação da Série A2 dividida em grupos


Passadas 16 rodadas da Série A2 do Campeonato Paulista, é difícil afirmar que se trata de um campeonato equilibrado. Se por um lado somente o sexto colocado, hoje o São Bernardo, com 27 pontos, está matematicamente livre do rebaixamento, o Grêmio Osasco, na lanterna, com o descenso já garantido, está 34 pontos atrás do União São João, que lidera.

Seguindo essa análise, vemos que não existe também um time que conseguiu abrir grande vantagem para o rival que está colocado uma posição abaixo, e por isso, o tal equilíbrio fica mais nítido se nos permitimos a brincadeira de dividir a classificação da Série A2 em grupos.

Flamengo e Taquaritinga, o 19º e o 18º, respectivamente, ainda lutam contra o rebaixamento e acabam sendo exceções. O time de Guarulhos, com nove pontos, está seis na frente do Osasco, mas quatro atrás do CAT. Este por sua vez, com 13, tem quatro pontos de desvantagem para o Rio Preto.

Do Rio Preto para cima temos seis times agrupados e que na matemática podem alcançar uma vaga na segunda fase ou serem rebaixados. Nenhum destes têm mais de três pontos de vantagem para o adversário colocado uma posição abaixo. Rio Preto, Guarani, Osvaldo Cruz e Marília estão com 17 pontos, seguindo a ordem crescente a partir da 17ª posição. O 13º, o Sorocaba, possui 18, um a menos do que o Catanduvense, uma posição acima.

Outro “grupo” se abre com o União Barbarense, que em 11º tem 24 pontos, enquanto - seguindo do 10º até o 7º – São José, São Bento, América e Votoraty tem 25. Logo acima, em 6º, o São Bernardo parece com 27.

Perto da ponta de cima da tabela, Guaratinguetá, em 5º, e Noroeste, em 4º, somam 29. Matematicamente eles ainda podem terminar a primeira fase na liderança, mas hoje separam o grupo intermediário das equipes com melhor aproveitamento: Linense, com 33 pontos, em 3º, Pão de Açúcar Esporte Clube (PAEC) com 36, em 2º, e União São João, o líder com 37.

Concorda com o raciocínio? Pensa diferente? Participe, comente.

terça-feira, 16 de março de 2010

Uma luz no fim do túnel....


Otimismo: Atitude daqueles para quem tudo no mundo é o melhor possível, ou para quem a soma dos bens supera a dos males.Tendência a ver tudo bem; tendência daqueles que se consideram satisfeitos com o atual estado de coisas.
A três rodadas para o fim do campeonato e somando apenas 9 pontos na A-2, conseguir evitar a degola seria algo milagroso. No entanto, existem pessoas que são otimistas no mundo e, para elas, a luz no fim do túnel sempre existe.
Partindo deste princípio o Futebol Guarulhos trás aos seus leitores o que será preciso acontecer para que o Flamengo evite o descenso e permaneça na segundona em 2011. Para os otimistas, algo que pode empolgar. Para os pessimistas, um prato cheio.

O que precisa acontecer:
1- Flamengo vencer os três últimos jogos diante do Atlético Sorocaba(casa), Osasco (fora) e PAEC(casa). Nenhum outro resultado interessa.
2-Rio Preto, Guarani, Osvaldo Cruz e Marília tem todos 17 pontos e, o Taquaritinga, soma 13. Para fugir da degola o Flamengo precisa ultrapassar três deles. Ou seja, no mínimo dois dos times com 17 pontos não podem somar mais nada e, o Taquaritinga, pode, no máximo, fazer mais quatro pontos.
Vejam os confrontos e comecem a secar os adversários. Mas lembrem-se, o Flamengo precisa fazer o que ainda não fez neste campeonato: vencer três partidas seguidas.

Taquaritinga - 18 posição - 13 pontos
Marília x Taquaritinga
Linense x Taquaritinga
Taquaritinga x Votoraty
Rio Preto - 17 posição - 17 pontos
Osasco x Rio Preto
Rio Preto x Marília
União São João x Rio Preto
Guarani - 16 posição - 17 pontos
Guarani x PAEC
Barbarense x Guarani
Guarani x Catanduvense
Osvaldo Cruz - 15 posição - 17 pontos
Guará x Osvaldo Cruz
Osvaldo Cruz x São Bernardo
América x Osvaldo Cruz
Marília - 14 posição - 17 pontos
Marília x Taquaritinga
Rio Preto x Marília
Marília x Osasco






segunda-feira, 15 de março de 2010

Classificação atualizada após a 16ª rodada do Paulista da Série A-2 e próximas partidas


Legenda - PG - Pontos Ganhos | JG - Jogos Disputados | VI - Vitórias
| EM - Empates | DE - Derrotas | GP - Gols Pró | GC - Gols Contra
| SG - Saldo de Gols 


AD Guarulhos deve anunciar técnico nesta segunda


Ivan Silva, ex- jogador do Corinthians na década de 80 deverá ser o novo técnico da AD Guarulhos para o início do Campeonato Paulista da 4a divisão. Ricardo Agea, presidente do clube, confirmou a informação e disse que os acertos finais devem acontecer nesta segunda-feira. "Está 90% certo. Mas ainda tem os 10% para acertar. Acredito que não teremos problemas e anunciaremos o Ivan como novo técnico do time", revelou.

Torcedores do Flamengo fazem protesto contra presidente do clube


Cansados dos equívocos da diretoria do Flamengo, torcedores rubro-negros resolveram usar a rede social mais famosa do mundo (orkut) para protestar contra a péssima campanha do time na Série A-2 deste ano e, o iminente rebaixamento para a terceirona, com a criação da comunidade "Fora David".
Nela, os membros pedem a saída de Edson David da presidencia do clube. Segundo informações obtidas pela reportagem, as eleições para presidente do Corvo deveriam acontecer no fim deste ano, mas, o mandatário rubro-negro deverá antecipar o pleito assim que o Paulista da A-2 chegue ao fim. Até o momento, David seria candidato único.

domingo, 14 de março de 2010

A-3, ai vamos nós!!

Foto: Luciano Amarante/ Folha Metropolitana
Texto: Ronaldo Paschoalino

Após estar por duas vezes a frente do placar, o Flamengo mais uma vez cedeu a virada e foi derrotado por 4 a 2 pelo América, na manhã de ontem, em São José do Rio Preto. Está foi a 11ª partida sem vencer do Corvo no paulista da Série A-2 enquanto que o Mecão conseguiu a quinta vitória seguida na competição. Com a derrota, o Flamengo está praticamente rebaixado para a terceira divisão e, só um grande milagre, fará com que a equipe guarulhense não caia.

O primeiro gol da partida saiu após cobrança de falta do meia rubro-negro Felipe Piovesan aos sete minutos. O empate do América aconteceu apenas na segunda etapa após cobrança de pênalti. Cortez cobrou e igualou o marcador.

A equipe guarulhense precisava desesperadamente da vitória para sonhar com a permanência na A-2 e, aos 32 minutos do segundo tempo, o atacante Erick recolocou o Flamengo a frente do placar ao acertar chute de fora da área. A vitória momentânea não faria com que o time saísse da zona de rebaixamento, mas seria importantíssima para ainda lutar nas três últimas rodadas.

No entanto, um “apagão” em plena manhã fez com que o Corvo tomasse a virada em apenas cinco minutos. Aos 41 o América empatou novamente a partida após Marcio Ferreira acertar belo chute de fora da área. três minutos depois a defesa do Flamengo deu bobeira e Rickely fez 3 a 2 para o Mecão. Quando todos achavam que nada mais aconteceria na partida, novamente Rickely fez o quarto gol do América e carimbou a passagem do Flamengo para a Série A-3. Só falta pegar o bilhete.

Ficha Técnica
América 4x2 Flamengo
Local: Estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto
Renda: R$ 2.330,00
Público: 365 pagantes
Árbitro: Wander Escardine
Cartões Amarelos: Mirita, Branco, Sandro Goiano e Diego (América): Roberto Dias e André Bocão(Flamengo)
Cartão Vermelho: Roberto Dias(Flamengo)
Gols: Cortez, aos 12 e 46´/2T, Márcio Ferreira, aos 41´/2 e Rychely, aos 44´/2T(América): Felipe Piovesan, aos 7´/1T e Erick, aos 32´/2T(Flamengo)

América: Fabiano; Robinho, Bruno Lopes, Mirita e Branco (Franque); Cléber, Márcio Ferreira, Tony (Diego) e Marcinho Mossoró (Cortez); Rychely e Sandro Goiano. Técnico: Márcio Ribeiro

Flamengo: Paulão; Bruninho (Willian), Ronaldo, Roberto Dias e Felipe Piovesan; Marquinhos, Marlon, André Bocão e Rodrigo Lopes; Clayton e Erick. Técnico: Nei Silva.