sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Lucho Nizzo chega, mas não assina

Texto e fotos: Paulo Manso

Técnico ainda acerta detalhes do eventual contrato no Flamengo; neste sábado, contra o São Bernardo, só assiste à partida, que terá Toninho Oliveira como interino

Ainda não foi nesta sexta-feira, 19, que o Flamengo pôde anunciar o substituto de Edmílson de Jesus no comando técnico da equipe. Lucho Nizzo, ex-Seleção Brasileira sub-17 e América (RJ), teve problemas para encontrar passagem aérea do Rio de Janeiro para São Paulo e só chegou no Ninho do Corvo às 17h20, durante o treino comandado por Toninho Oliveira.

O carioca observou a movimentação, bateu um papo com seus ex-comandados Marquinhos e André Bocão (jogaram juntos no Tigres-RJ) e se trancou em uma longa reunião com o amigo e ex-auxiliar na amarelinha, Niltinho, e membros da diretoria rubro-negra.

Quase duas horas depois, Lucho atendeu a imprensa e disse que não comandará o time no jogo deste sábado, 20, contra o São Bernardo, fora de casa. “Vou assistir ao jogo. Não é justo com os jogadores e com o auxiliar [Toninho Oliveira] eu tentar dirigir a equipe amanhã. Só conheço três jogadores. Não tenho condições de ficar no banco”, explicou.

Nem mesmo o acordo com o Flamengo foi confirmado por Lucho, que demonstrou se preocupar bastante com aspectos que vão além do acerto financeiro para assinar o contrato. “Existem vários fatores que preciso arredondar com o Flamengo. Desde o elenco, que a princípio considero muito inchado [são 40 jogadores], até detalhes de estrutura física e condições de trabalho”, disse. “Estou conhecendo tudo e depois vou dizer para os diretores o que considero importante para trabalhar aqui em condições não apenas de fazer o Flamengo crescer, mas se manter grande. Se o Flamengo aceitar, eu fico.”

O ex-auxiliar de Bebeto no América (RJ) deixou claro que, se fechar com o time guarulhense, pretende implantar uma nova filosofia de trabalho, voltada para o desenvolvimento das categorias de base e da criação de vínculos dos atletas com o clube. “O time profissional é a ponta. O degrau mais alto. O atleta deve chegar lá pronto. Precisa ser ‘criado’ na base para ter identidade com o clube. Só assim ele vai se preocupar de verdade com o rebaixamento ou o acesso de seu time. E com um bom trabalho na base, teremos sempre peças de reposição para eventuais negociações no time de cima”, explicou.

São Bernardo – O técnico interino Toninho Oliveira vai comandar o time neste sábado, contra o São Bernardo, no Estádio Primeiro de Maio, no ABC. A equipe deve continuar desfalcada dos zagueiros Zambon, Sandoval e Roberto Dias, além dos meias Luis Carlos e Arthur Lima, todos contundidos (Dias também está suspenso).

No último treino antes do jogo, três dos cinco jogadores que haviam sido dispensados por Edmílson de Jesus reapareceram: Gauchinho, Jefersson e Mineiro. Os dois primeiros participaram normalmente da movimentação. Mineiro apenas termina tratamento de uma contusão. O próprio Edmílson esteve no Ninho do Corvo, para apanhar alguns objetos que ficaram por lá.

O Flamengo é apenas o 18º colocado no Paulistão, com nove pontos. O São Bernardo é o 9º, com 14 pontos, mas um jogo a mais. A partida acontece às 16h e o Futebol Guarulhos transmite o “lance a lance” para o torcedor que não puder ir ao estádio, a partir das 15h30.

5 comentários:

  1. Belo blog Paulinho, Ricardo, Ronaldo e Cacá.
    Forte abraço a todos!!!
    Sávio Junior

    ResponderExcluir
  2. Além de transmitirmos o minuto a minuto ao vivo, estaremos acompanhando todos os passos do treinador na partida diante do São Bernardo.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Sávio. Abração e continue prestigiando.

    ResponderExcluir
  4. Grande Sávio! Muito obrigado, meu chapa!
    Seja muitíssimo bem vindo no Futebol Guarulhos.

    Abraço

    ResponderExcluir
  5. JOSELIO CUNHA(BAHIA)20 de fevereiro de 2010 14:36

    e ai galera beleza eu vou ficar coladinho com vcs acompanhando lance a lance um abraço BAHIA.

    ResponderExcluir